domingo, outubro 25, 2009

sexta-feira, outubro 09, 2009

QUEM SERÁ O PRÓXIMO PRESIDENTE?

Hoje, após muito tempo, vou falar do próximo presidente Brasileiro.
Os candidatos paritários do povo apedeuta, são os mesmos de sempre.
Porque nunca há, novas opções?
Eu creio que todos os apresentados, são farinhas da mesma saca.
Em "gauchês" pinicos cheios com a mesma merda, e já fazem anos.

Pelo nome do "Blog" todos sabem que não sou "PTista" mas aceitaria de bom grado o senador Paulo Paim como presidente da república.
-Ou ele faria o que escreve e fala como senador, ou ele provaria para todos que o PT é uma falcatrua.

Também não sou "PSDBista" mas o senador Álvaro Dias, poderia também ser candidato.
-Ou ele governaria como fala e escreve como senador, ou provaria que o PSDB é o partido "cover" do PT , uma imitação promiscua de bufões caracterizados de políticos.

Meu terceiro candidato seria o deputado Jair Bolsonaro.
-Para colocar toda a camarilha que ele denuncia em seus discursos na cadeia, ou imitar o PT ou fazer conchavos, conluios, com corruptos já conhecidos.

Por último seria obrigação apresentar um candidato do PMDB.
Eis, uma escolha difícil, é o maior partido do Brasil, mas eu os considero o partido "mosca de confeitaria", aquele que pousa em todos os doces sem comê-los, apenas para defecá-los.

Como gaúcho, vou escolher Pedro Simon, patriarca etário desse partido tão funesto para nosso povo.
-Ou ele governaria com a ética que todos lhe outorgam ser sua bandeira, ou prevaricaria, escondendo as mazelas de seus companheiros.

-O povo votante poderia escolher dentre as quatro plataformas acima e caso não ficasse contente, nunca mais elegesse qualquer candidato desse partido escolhido.
Assim quem sabe em 20 anos teríamos apenas dois ou três bons partidos no cenário nacional.
Voltando ao cenário real, onde reina uma pocilga de candidatos, sem que haja um com uma "ficha limpa" ou ilibada conduta, cada dia que passa retrocedemos em nossas escolhas.
Há coisas que são legais, protegidas por lei, mas são imorais e antiéticas, como ter duas ou mais aposentadorias públicas, mas os imbecilóides eleitores sequer dão-se conta destas mazelas.
Há ainda aposentadorias integrais, décimos quarto e quinto salários, estabilidade, e foro de privilégio, onde até podem assassinar sem serem punidos.
Qual dos 513 deputados e 81 senadores é, foi ou será contra essas coisas.
Há os cargos comissionados, que a cada governo se infla e beneficia um monte (merda)de companheiros.
Há os planos de saúde privados,de quase todo o setor público pagos com o erário, sendo que os eleitores morrem na fila do SUS.

Há os arrombos do INSS, que sustenta o superávit primário, as pensões dos perseguidos políticos, as pensões dos que nunca contribuíram, os salários dos funcionários da previdência e sua benesses, parte da saúde pública, o FAT e o FAD.
Sinceramente, eu acho que devemos dar a respostas nas urnas em 2010.
Ninguém deve sair de casa e votar.
Não adianta trocar o "pinico" se vamos enchê-lo com as mesmas "murrugas, fezes e badalhocas".
Se estamos desarmados para defender nossos patrimônios, sem saúde, educação e segurança.
Se estamos sem um exército, aeronáutica e marinha, para defender-nos dos corruptos e dos saqueadores do povo brasileiro.
A única maneira de fazer-se uma revolução é não ir votar.
Seria a primeira revolução do sufrágio universal.
Seria a maior prova inteligível de demonstração de força pelo povo.
Resta saber quantos possuem educação e cultura para dar respostas contundentes aos seus próprios intelectos.
Resta saber, se ainda há brasileiros que desejam ver a verdadeira democracia e liberdade restauradas nessa nação, sem aquela política do café com leite, restaurada no Brasil.
Lembrem-se brasileiros que a inconfidência mineira, a revolução farroupilha e a revolução de 1930 tiveram os mesmos motivos intelectuais.
Vamos usar e abusar do artigo quinto de nossa constituição
ISONOMIA, eu quero um para viver.
Bom dia